Tá Perdido? Pergunta, sô.

terça-feira, 29 de junho de 2010

Espanha x Portugal


Beeeem meus caros amigos! A Copa está chegando ao fim! E minha paciência e boa vontade também! Principalmente porque tenho prazos a cumprir e amanhã se encerra mais um deles. Em função disso, não pude acompanhar com atenção ao magnífico duelo ibérico apresentado na tarde de hoje.

Resumindo, o Pepe bateu, Fernando Torres não jogou nada, Cristiano Ronaldo reclamou um bocado, Coentrão foi o melhor de Portugal e Villa fez mais um gol para sua conta particular: é artilheiro da Copa até o momento junto com Higuain e Vittek e acho que só. Final, Espanha 1 x 0 Portugal. E agora, José? Teremos dias de folga da Copa (iupi, agora posso ir trabalhar! ). Então é isso queridíssimos leitores. Brexa que é Hexa Brasil!!! Buteco de Segunda. A gente crê por aqui.

Últimos Resultados

Holanda 2 (Robben, Sneijder) x 1 Eslováquia (Vittek).

Brasil 3 (Juan, L. Fabiano e Rrrrrrrrrrobsooooon!!!!) x 0 Chile

Paraguai 0 (5) x 0 (3) Japão.

Preguiça 10 x 0 Elou.

Buteco de Segunda. A gente tem mais o que fazer por aqui.

domingo, 27 de junho de 2010

Argentina x México


E mais uma vez, o árbitro estragou tudo. Que raiva! A gente fica aí, engajado torcendo contra, e os juízes todos aliados a nossos hermanitos queridos. Lamentável.

Bom, último jogo de hoje, a Argentina franca favorita. O México, franco atirador (embora o Guille Franco estivesse no banco. Rá, pegaram essa?). E aí começa o jogo. A Argentina assiste ao México trocar bolas, até que Salcido chuta de longe, e o goleirão só escuta ela bater no travessão. Pensei: é agora!!! Depois, mais um lance do México, bateram de fora da área e a bola pegou um efeito esquisito e foi pra fora. Até que... Messi lançou Tevez impedido, o goleirinho mexicano saiu nos pés dele, a bola voltou para Messi e ele lançou para Tevez que tava cerca de 29 metros impedido. Ele meteu a bola de cabeça, o bandeirinha achou um gol bonito, pra que estragar, né? Tinha que ser italiano, é por isso que a Itália foi eliminada (Chupa, Baggio!). Aí os mexicanos se desequilibraram. O Experiente Rafa Marques deu um tranco violento em Messi (que merecia!) e tomou cartão amarelo. Era tanto nervosismo, que o zagueiro mexicano foi sair jogando próximo a sua área. E aí deu de presente pra Higuain finalmente fazer um lance de artilheiro. Ele tirou o goleiro e meteu nas redes. É o atual artilheiro isolado da copa. (4 gols, sendo que 1 também foi roubado!).

No segundo tempo, o México veio com tudo. Mas não adianta, né? Por mais que doa, os argentinos tem um time melhor. E num dos ataques, Tevez tentou o passe, foi cortado, a bola voltou pra ele e aí... meteu de primeira no ângulo (vai Corinthians!). Maldosamente, disseram que se o goleiro fosse mais alto ele pegava a bola. É a segunda vez que dizem isso dele. Sacanagem, hein? Mas foi lá pelos 30 minutos que aconteceu: Hernandez recebeu a bola na meia-lua, deu um chapéu em Heinze e Demichelis ao mesmo tempo, voltou até a lateral de campo, chamou Maradona na xinxa, deu 3 rolinhos em Maradona, escapou dos carrinhos maldosos de Mancuso (assistente de Maradona, ex-cavalo), voltou pra área, deu um giro e fuzilou de perna esquerda. GOLAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAÇO!!!! DO BRASIIIIIIILLLLL!!!! BRASIL-IL-IL-IL!!!! Ou mais ou menos isso. E depois disso Maradona trocou Veron por Tevez, porque é um baixinho retranqueiro e covarde. E então eu dormi. Mesmo. De verdade. Final, Argentina 3 x 1 México. Buteco de Segunda. Os bandeirinhas são cegos por aqui.

Alemanha x Inglaterra


Ai, meu coração... :(

Bom, mais um clássico entre campeões mundiais incendiando a Copa da África. A Alemanha tri campeã contra a Inglaterra, campeã em 1966. A Inglaterra era uma das favoritas à Copa, e a Alemanha chegou desacreditada. Isso tudo mudou durante a primeira fase, quando a Alemanha mostrou um futebol rápido e perigoso e a Inglaterra... mostrou a bunda? Ou algo do tipo.

Começa o jogo, o árbitro Jorge Larionda do Uruguai foi escalado. Grande erro! Foi protagonista de uma polêmica não marcação de um pênalti para a Sérvia que culminou com a desclassificação do time. Bola em jogo, a Inglaterra tocava a bola lateralmente e a Alemanha não passava sufoco. Num tiro de meta, o goleiro alemão Neuler deu uma de Rogério Ceni e mandou um passe direto para Klose, que ganhou de Upson e mandou pras redes. Pouco tempo depois, a Inglaterra continuava fazendo muito pouco, e num belo lance de contra-ataque, a bola sobrou para Podolski ampliar a vantagem. Lá pelos 35, escanteio para os ingleses. Gerrard cruzou, Upson ficou parado no ar até a bola acertar sua cabeça-de-bagre e ir parar sem querer nos fundos da rede alemã. E, aos 40, o lance que com certeza carimbará o passaporte de Larrionda de volta ao inferno. Bate-rebate, a bola sobra para Lampard na meia-lua. Ele chuta com categoria por cima de Neuler, a bola bate no travessão e entra cerca de 30 km dentro do gol. O juiz não viu, o bandeira não viu, ninguém viu. TODO MUNDO VIU! LADRÃO!!! Fim de primeiro tempo. Alemanha 2 x 1 Inglaterra. Que roubo!

A Inglaterra voltou melhor no segundo tempo, Lampard mandou mais uma bola no travessão. Rooney era acionado e organizava bons lances no campo ofensivo. Até que sofreu uma falta. Lampard pra cobrança. O time inteiro dentro da área (fazendo o que lá??). Bola na barreira, em 3 passes Schweinsteiger estava na frente da área inglesa. Apenas deu um toque para Müller bater forte e vencer Calamity James. 5 minutos depois, lance bobo na frente, lateral ou algo do tipo. Novamente, toda a defesa inglesa foi pro ataque. Klose deu um chutão certeiro que foi parar na ponta esquerda. Özil venceu na velocidade, foi até o fundo e tocou para Müller marcar novamente. Pode beijar a viúva. A Inglaterra está desclassificada. E mereceu. Se tudo ocorrer bem, teremos Alemanha x Argentina na próxima fase. Que jogo, hein? Buteco de Segunda. A gente quebra a cara por aqui.

sábado, 26 de junho de 2010

EUA x Gana


Mais um jogo pelas oitavas de final. Dá pra acreditar num negócio desses? Dá, claro que dá, por que não? Então de um lado Gana, que vai bem só até os 20 anos, e do outro lado, os americanos que mandam bem em todos os esportes e agora querem dar uma mordiscada na bola de soccer também.

Todos a seus postos, apita o árbitro húngaro e a bola rola na África do Sul!!!! Como começo de jogo é geralmente truncado, aproveitei pra ir dar uma fumada lá fora, porque não acontece nada. Fiquei meio alarmado quando ouvi pela janela alguns gritinhos, algumas comemorações tímidas e algumas perguntas como "mas já??". Quando voltei à sala, estava lá. No placar. Gana 1 x 0 Eua. Comemorei, mas fiquei preocupado com a minha responsabilidade jornalística para com você, querido leitor. Por isso, assisti ao jogo tenso, esperando algum replay. E o replay só veio no show (de horror) do intervalo, e ainda com o tira-teima. Bobeada na zaga, Prince Boateng recebeu a bola perto da linha do meio de campo. A defesa toda desorganizada; ele correu, correu, correu e chutou rasteiro de esquerda! Bonito gol! Só Gana jogava. O time americano estava entregue.

Mas isso não durou. No segundo tempo, tudo se inverteu. Donovan corria muito, Dempsey fazia infiltrações e Altidore.. bem, Altidore estragava tudo (peeeensa num centro-avante ruim.. - não vale pensar no Washington). Até que Dempsey mandou "no meeeio das canetas deeeele, fecha as pernas, coração (Luiz, Silvio)" e foi derrubado por Johnatan. Pênalti. Donovan bateu bem e empatou. Aí, os dois times acordaram, o jogo virou uma batalha (sem violência). Mas terminou assim. Vamos pra prorrogação, a primeira da copa.

E logo aos 3 minutos de prorrogação, com todos à meia-pernas, Ayew rifou a bola pra frente e Gyan conseguiu ajeitar, trombar, ficar de pé e chutar de esquerda pra colocar o time africano na frente! Que belo gol! (Chupa, Toni Meola!). Aí foi aquilo, né? Americanos desesperados, tentando de tudo pra fazer o gol, mas o goleirão Kingson estava muito bem. Aos 30 minutos da prorrogação até o goleiro dos EUA foi pra área, mas não marcaram. Quando tinha a bola, Gana tocava no campo de ataque, como tem de ser. E apitou o juiz. Fim de jogo, Gana 2 x 1 EUA. Gana está classificada para as quartas de final. E os yankees? Podem voltar pra casa e dominar o mundo sussegados. Buteco de Segunda. NO, YOU CAN NOT!

Uruguai x Coréia do Sul


Ah, muleque!!!! Começou agora a fase que importa nesse campeonatinho chulo-mirim que todo mundo para pra ver. Oitavas de feinal da Copa do Mundo. O primeiro jogo? Esse mesmo, O bi-campeão Uruguai contra a 4ª colocada em 2002, Coréia do Sul. Jogo sem favoritos, minha opinião.

Mas começa o jogo! O Uruguai aperta, mas quem chega com perigo primeiro é a Coréia. Uma bola na trave de Park. O goleirão já tinha ído. Mas... logo aos 9 minutos, Forlán faz um cruzamento sem esperanças pela ponta esquerda, a bola passa por todo mundo, o goleiro ficou olhando ela passar, e aí ela chegou redondinha, pululante para o sagaz Suárez meter pro gol. Um a zero. O Uruguai dominou todo o primeiro tempo, a Coréia já parecia estar derrotada.

No segundo tempo, o técnico coreando mandou um hadouken geral na galera. Voltou todo mundo aceso. E a Coréia dominou muito o segundo tempo. 60% de posse de bola, belos lances, bons chutes, mas a zaga tava pegando tudo! O jogo era ótimo! Antes dos 30, falta pela esquerda. Confusão na área uruguaia, e Chung-Yong desviou de cabeça. Tudo empatado. O Uruguai parecia morto em campo. Mas renasceu. Começaram a ter mais domínio de bola, marcaram pressão e conseguiram um escanteio. Forlán bateu, a bola foi desviada para trás e caiu nos pés de Suárez que limpou o zagueiro e bateu boniiiito de pé direito sem chances pro goleiro. E terminou assim. Uruguai 2 x 1 Coréia do Sul. América do Sul mostrando a força do Chorizo! Buteco de Segunda. мы бачым тут.

Seleção das Seleções da Copa

Olá meus queridos. Chegamos ao final da fase de grupos. Agora, tudo o que vier é lucro ou choro. Pronto, cabou. De forma geral, os sul-americanos mandaram muito! Todo mundo devidamente classificado! A Ásia surpreeende com dois, a África com Gana, a CONCACAF com dois também. E a UEFA? Só seis. Tinha treze. T-R-E-Z-E. Só seis passaram. A parte mais legal? Todo mundo se enfrenta! (Holanda x Eslováquia, Alemanha x Inglaterra e Espanha x Portugal). Só vão ficar três. Quer dizer, Copa Améria é que importa daqui pra frente.
Pensando nesse entrefases, resolvi colocar minha seleção com todos os melhores em cada posição até agora, sem repetir países. Eis aqui:
Goleiro: Vincent Enyama (Nigéria)
Laterais: Glen Johnson (Inglaterra)
Fábio Coentrão ( Portugal)
Zagueiros: Lúcio (Brasil)
Rafa Marquez (México)
Volante: Sami Khedira (Alemanha)
Meias: Lionel Messi (Argentina)
Jorge Valdívia (Chile)
Atacantes: Diego Forlán (Uruguai)
David Villa (Espanha)
Robert Vittek (Eslováquia)
Aí sim! Buteco de Segunda. A vida aqui, tem muito mais emoção.

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Grupo H


Como já se previa, iria ser duro. Muito, muito duro. Chile vinha em primeiro com 6 pontos. Espanha e Suíça tinham 3, a Espanha ficava a frente no saldo de gols. Honduras tava ali zerada. Ah, bacana. O grupo poderia terminar todo mundo com seis pontos, equilibrado, bonito. Mas não aconteceu não.

No jogo Espanha x Chile, logo no primeiro tempo, o goleiro chileno Bravo deu uma "higuitada" voraz... saiu até a intermediária só pra dividir com Fernando Torres e um zagueiro... a bola sobrou para Villa chutar de esquerda, sem goleiro, sem dó. Lá dentro, um a zero. O Chile ía pro ataque loucamente. Possivelmente a pedido do técnico, El Loco Bielsa. Numa saída errada, a bola caiu nos pés de Villa que tocou para Iniesta. Ele bateu uma bola rasteira, de primeira, sem dar chances ao goleiro. Além de ter tomado o segundo gol, os chilenos tiveram um jogador expulso fora do lance do gol. Estrada encostou em Torres, o juiz achou quer era pra cartão. O segundo, no caso. Tá expulso, malandro! Rá!

No segundo tempo, Loco Bielsa tirou Valdívia de campo (que louco!). Logo aos 2 minutos, um atacante chileno bateu na meia-lua (sentido Lua, diga-se de passagem). A bola desviou no joelho de Pique e enganou Casillas. Espanha 2 x 1 Chile. Com esse placar, a Suíca tinha que fazer dois gols na poderosa Honduras. Dos lances que mostravam, Honduras teve duas chances claras desperdiçadas. A Suíça teve uma. Na prática, ninguém fez nada. Aos 30 do segundo tempo, com Chile e Espanha cientes da situação favorável, resolveram parar. Todos os chilenos foram substiruídos por obstáculos de Pinball. A linha de quatro zagueiros espanhóis tocavam entre eles no campo defensivo, e o jogo acabou. Ah, bacana.

Portanto, amigoletos e amigoletas, já conhecemos nosso próximo adversário nas oitavas: CHI-CHI-CHI-LE-LE-LE VAMO VAMO CHILE!!! E a Espanha joga com Portugal. Suíca e Honduras deixam mulher e filhos, e saudades. Antes de terminar, Caio Ribeiro falou um bagulho interessante: " (...) é, mas você tira o Fernando Torres e coloca o Fárbregas. Que beleza de elenco, né?" Alguém mais aqui acha que isso foi uma indireta para o mudo e atrapalhado anãozinho Dunga? Que tira o Kaká e coloca o Júlio Baptista? E Depois troca pelo Ramirez? E que coloca o Elano como titular? E o Michel Bastos? E o Quico? Fica a dúvida. Buteco de Segunda. Aqui, não vale bica!

Grupo G


Mano, que preguiça!!!!

Em respeito a todos os nossos compatriotas, vamos lá, todo mundo junto:

"Ai roda roda e vira, solta a roda e vem...". Jogo de cumadres total. O Brasil poderia ter ganho no primeiro tempo, mas ficou com preguiça. Portugal poderia ter ganho no segundo, mas ficou com receio. Então... como Girafales dizia, a aritmética é clara: empatando passam os dois, se esforçar pra que, né? Aliás, no meio de tanta vuvuzela, foi a primeira vez que consegui ouvir o público vaiando. Chupa Dunga! Chupa Queiroz! E que venham as oitavas! Terminamos em primeiro! Provavelmente vamos pegar a Holanda nas quartas. Aí sim, amigos. Haaaaaja coração!!!

Costa do Marfim fez a parte dela, mandou um 3 x 0 na Coréia do Norte e ambas vão de mãos dadas de volta pra casa (chupa países do terceiro mundo!! Oh, wait! :). Então ficou assim mesmo. Brasil em primeiro, Portugal em segundo, Costa do Marfim em terceiro e Coréia do Norte, mesmo com o Looney eterno, voltando pra nação mais fechada da Terra. Festa na José Paulino. Buteco de Segunda. "Eles fingem que pagam, e a gente finge que escreve" * por aqui.

* Frase de Vampeta "Eles fingem que pagam, a gente finge que joga", referindo-se ao Flamengo.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Grupo E


Pois bem... como eu dizia, a aritmética......

É isso aí, mais um grupo definido! Nesse aqui, o grupo E (de E, laiá!), a Holanda já estava classificada e Camarões desclassificada, e se enfrentravam hoje. Japão e Dinamarca, ambas com 3 pontos, disputavam a segunda vaga (o empate era japonês).

Então, só mostraram Japão x Dinamarca na tv (saco!). Jogo tenso, fechado, japoneses enrolando com aquela paciência que só os orientais podem ter... e a Dinamarca jogando afobada e tudo errado. A começar pelo goleiro. Honda bateu um tiro-de-meta, e o goleirão Sorensen mandou ver ela pra dentro. 10 minutos depois, Endo bateu uma falta com categoria, e mais um gol japonês. Final do primeiro tempo, a Dinamarca começou a rezar para Thor.

No segundo tempo, aquela coisa né? Todas as bolas dinamarquesas alçadas na área, mas ninguém marcava nada. Do outro lado, o Japão bateu outra falta de muito longe, e o goleirão quaaaase aceitou. Jabulani ou incompetência? A dúvida que não quer calar. Até que Ogger sofreu pênalti! Tomasson bateu, goleirão defendeu mas no rebote ele conferiu. 2 x 1. Só faltava mais dois gols pra Dinamarca se classificar, e tinham pouco mais de 10 minutos. Tooome bola alçada na área. Até que num contra ataque, Honda (jogou muito bem hoje!) recebeu na entrada da área, deu um corte de letra e tocou pra Oto (sei lá o nome) quase perder, mas acabar marcando. E foi isso. Fim de jogo, Japão 3 x 1 Dinamarca. Chupa, Laudrup!

A Holanda ganhou de 2 a 1, gols de Van Persie e Huntelaar. O gol de Camarões doi de Eto'o de Pênalti. Ah, bacana. Lgal ressaltar que Roben voltou. E voltou pra valer! Se seguuura malandragem! Holanda 100%! Woo hoo!!! Nas oitavas, Holanda x Eslováquia e Paraguai x Japão. Buteco de Segunda. A gente acha melhor o Brasil ficar em segundo no grupo por aqui.

Mara Maradona

Já que tem gente que entra aqui só pelas imagens, QUE LO CHUPEM TODOS!




Seria a mão de Deus total flex?

Grupo F ( F, de FORA ITÁLIA!)


Ó! Vo contar uma coisa pra vocês: todo mundo que não viu esse jogo se fudeu! hahahaha (tirei férias mode: on). O melhor jogo da copa disparado, principalmente porque a Itália perdeu. Mas vamos ao Grupo F. Paraguai era líder com 4 pontos, e jogava contra a Nova Zelandia que tinha 2. A Itália também tinha 2 e jogava contra a Eslováquia que tinha apenas 1. Ou seja, pro Paraguai era só empatar; Pra Nova Zelandia era só vencer. A Itália tinha que vencer, mas se empatasse com gols se classificava também (se a Nova Zelandia nao tivesse mais gols pró). A Eslováquia? Tinha que vencer a tetra campeã mundial e atual campeã do mundo: a Itália (soa o gongo).

Então. entraram em campo Eslováquia e Itália. Aqueles hinos bacanas, os jogadores perfilados, tudo certinho. Em campo, a Eslováquia marcava pressão e saía com perigo. Ainda no primeiro tempo, bom passe de Hamsik para Vittek que chutou rasteiro e marcou para a Eslováquia. Até aí, tudo bem. O placar era merecido. No segundo tempo, Marcelo Lippi fez alterações para deixar o time mais ofensivo. Ah, falando nisso: no finalzinho do primeiro tempo, Gattuso, que é um gentleman, deu uma solada no joelho de Strba (pronucia-se "José"). Tirou sangue do eslovaco, que estava quase sendo substituído, mas colocou uma bandagem e voltou pro campo. Porque esse sim é guerreiro (chupa, Luis Fabiano). Enfim, no segundo tempo a Itália voltou um pouco melhor, Quagliarella que entrou tentava melhorar os ataques, mas a defesa eslovaca era sólida e forte. Ninguém passava. E a Eslováquia ía timidamente pra frente. Num escanteio, Hamsik cobrou e Chiellini afastou. A bola voltou para Hamsik que tocou de primeira novamente para Vittek mandar lá pro fundo. E aí sim eu gritei "CHUPA ITÁLIA ELIMINADA!!!". Precoce, é verdade.

Em um lindo lance, Quagliarella tabelou com Iaquinta e recebeu de frente pro gol. O Goleiro Micha defendeu e a bola sobrou para Di Natali diminuir. Todos foram a loucura. Rolou uma briga no gel dentro do gol pra ver quem ia pegar a bola primeiro, palhaçada total. Pirlo entrou em campo e deu mais desenvoltura para a Squadra Azzura. Mas.... Já eram 40 minutos do segundo tempo, quando finalmente Strba saiu de campo, para a entrada de Kopunek. E eram 44 minutos quando a Eslováquia cobrou um lateral em profundidade e ele mesmo, Kopunek, ganhou na corrida de De Rossi e mandou pro fundo da rede. Aí eu gritei com certeza "CHUUUUUUUUPA ITÁLIA! NINGUÉM VAI ALCANÇAR O BRASIL NESSA COPA!!!!". Eu comentava isso com o Bruno, foi mais ou menos assim: "chuuupa Italaia haha ta fora, ninguem vai ser penta e CARALHO QUE GOLLLLAAAAAÇO CARAAAAALHOOO!!!!". É isso mesmo. Aos 47, Quagliarella deu um lindo chute de fora da área, e encobriu o goleiro. Haaaaja coração!!! E daí em diante, todo arrepiado, tudo poderia acontecer. E quase foi. No último lance da partida, a bola sobrou no canto da pequena área (com os 22 jogadores em campo e mais toda a população de Eslováquia e Itália dentro da área) para Pepe. Que chutou pra fora. E terminou. Mano! Que jogo foi esse??? Que jogo foi esse????

Paraguai empatou em zero a zero com a Nova Zelandia. No final do grupo, Paraguai em primeiro, Eslováquia em segundo, Nova Zelândia em terceiro e.... HAHAHAHAHAHAHAHAHA Chuuuuupa Azzurra!!!! Buteco de Segunda. A gente come pizza por aqui. E se diverte com esse clipe do Cannavaro. Total Fail!

Itália?


Buteco de Segunda. A gente dá tchau por aqui !

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Grupo D


E novamente um grupo em que todas as equipes lutavam por classificação. Os embates? Alemanha x Gana e Austrália x Sérvia. E a situação era a seguinte: Gana precisava de um empate, Alemanha poderia empatar se a Sérvia não vencesse. A Sérvia podia vencer. E a Austrália tinha que vencer por goleada, se Gana não ganhasse. Quer dizer, mil oportunidades, né?

Então tá. Isso posto, vamos ao jogo da Alemanha. Deveriam processar essa seleção por propaganda enganosa, já que no primeiro jogo apresentou uma seleção forte, rápida, jovem, intrépida e colossal. Na prática, perdeu pra Sérvia na última rodada e também não foi lá essas coisas hoje. Gana, por sua vez, tinha uma vitória e um empate e só conseguiu fazer gol de pênalti. Também não é nada demais. Durante o jogo, porém, Gana sempre se mostrou mais perigosa, chegava rapidamente ao ataque, mas sempre era bloqueada pelo goleiro Neuler. Quando a Alemanha chegava, sempre era em bolas divididas e não havia uma chance clara de gol.

No segundo tempo, a Alemanha continuava tocando a bola. Em um bom lance, Lahm e Müller tabelaram pela ponta direita, e a bola foi tocada para Özil bater na meia-lua. Golaço, o goleiro não teve a menor chance. Depois disso, como a Sérvia não fazia gol, Gana ficou bem tranquila. Tocava lateralmente na defesa, e nada, nada. Foi quando..... a Austrália marcou. O que?! É, isso aí. Gol da Austrália. E alguns minutos depois? Oto. Oto gol da Austrália. Whaaaaaaat?! Depois disso? A Sérvia diminuiu.

E aí mudou tudo. Se a Sérvia fizesse mais um, Gana estava fora. Conta demais em se tratando de futebol, mas o tempo passou e Jorge Larionda, o árbitro uruguaio que apitava o jogo da Sérvia, não marcou um pênalti claro que poderia lhes dar a classificação. Ficaram injuriados! Mas os jogos terminaram. No final, Alemanha em primeiro, Gana em segundo, Austrália (????) em terceiro e a Sérvia, mais uma vez, decepciona e acaba em último no grupo. Pelas oitavas teremos Alemanha x Inglaterra (que não se enfrentam em copas desde 1990!) e Gana x EUA. Buteco de Segunda. As coisas vão se afunilando por aqui.

Grupo C



Esse sim era um grupo todo embolado!!! Todos podiam se classificar! Mas as maiores apostas eram para Inglaterra e EUA, que jogavam respectivamente contra Eslovênia e Argélia.

A Inglaterra veio com algumas modificações no time titular. De melhor, a entrada de Defoe no ataque no lugar de Heskey (que é grande, mas não é gol). Ainda no primeiro tempo, o próprio Defoe recebeu um cruzamento da direita e meteu nas redes! A Inglaterra fez seu melhor jogo, tocava bem a bola, fazia bons lances. Rooney apareceu melhor para o jogo, teve chance de marcar, mas a bola beijou a trave (uuuuuuuuuuu). A Eslovênia, por outro lado, apenas se defendia, e nas poucas vezes que chegou ao ataque encontrou uma defesa obstinada e doida, que mandava todas as bolas pra longe.

No segundo tempo, Capello (burro!!) tirou Rooney para entrar Joe Cole. É muito burro, juro. A Eslovênia fez algumas substituições também, mas não conseguia jogar direito. Até porque, este resultado, somado aos 0 x 0 do outro jogo, classificava ambas equipes para a segunda fase. No fim do segundo tempo, a Inglaterra deu bobeira e quase deu pra Eslovênia empatar. Só que não deu. Termina o jogo, Inglaterra 1 x 0 Eslovênia. Ambas classificadas.

Mas.... quando soou o terceiro apito do árbitro, indicando o final de jogo... a algumas milhas de distância deste mesmo estádio, Donovan corria como um demente para o escanteio, comemorando o gol que classificaria a seleção norte-americana. Aos 45 minutos do segundo tempo. Uau! Nem o Corinthians faria isso melhor!! E é assim que foi crianças. Os favoritos à classificação, cumpriram seu dever. De forma dramática, épica, prosopopéica. Em primeiro, EUA. Inglaterra em segundo lugar. Ambas tem a mesma pontuação e saldo, mas os americanos fizeram mais gols. Uau! A segunda fase parece que vai ser boa! Poderemos ter Alemanha vs Inglaterra logo nas oitavas! Haaaaja bolsas de apostas, amigos! Buteco de Segunda. A gente sua frio por aqui.

Au Revoir !!!!


Buteco de Segunda. A gente não vê mais nenhum francês por aqui.

terça-feira, 22 de junho de 2010

Grupo B

Argentina com dois gols roubados chegou a 100% de aproveitamento!!! Coréia do Sul e Nigéria fizeram o duelo da morte pela segunda vaga, mas empatou. Empate era coreano. Festa, muita festa, maquereta na José Paulino. Pelas oitavas, Argentina x México (assim como em 2006) e Uruguai x Coréia do Sul. Haaaaja canela, amigos.
E é isso. Os jogos foram chatos e eu cochilei. Buteco de Segunda. És buteco, Bu, con b corta, cabrón!
Micro-adendo: maior legal que os africanos comemoraram a vitória sobre a França, independente da deslcassificação. Boa Bafanas!!!

Grupo A


Mano!!!! Maior sacanagem isso de ter jogos simultâneos!!! Eu não sou onipresente!!! Inferno.

Enfim. Vamos ao que interessa. A África do Sul jogou contr a França, e tinha que vencer de goleada e torcer forte pro Uruguai ganhar do México. Parecia que ia dar certo, já que a França não estava lá muito aí pra essa copinha aí. Anelka foi mandado embora, Evra foi pro banco e tudo o mais! Uau! Daí, a África começou com tudo, e foi logo marcando gol. Pouco tempo depois, ainda no primeiro tempo, aumentaram a contagem, e a França teve um jogador expulso (Gourcuf). Parecia que ía dar certo. Todos achavam que ia dar certo. O Pizza já vinha frisando desde 2002 que vai dar certo!!! Mas então....

Plágio mode: ON (sugestão do Bruno)


"1ºT - 6min - UH! Luis Suarez aproveita vacilo de dois mexicanos, recebe sozinho na direita, mas toca na saída do goleiro para fora1ºT - 18min - Na cobrança, Forlán acha Victorino sozinho e o zagueiro cabeceia por cima do gol mexicano1ºT - 22min - UH! Guardado chuta da intermediária e a bola vai no travessão1ºT - 43min - GOL DO URUGUAI! Luis Suárez recebe cruzamento perfeito de Cavani da direita e testa sem chances para Pérez2ºT – 9min - UH! Forlán cruza para a área e Lugano testa com perigo para bela defesa de Pérez2ºT – 19min - UH! Maza recebe cruzamento da direita e, sozinho, perde gol incrível" retirado de http://www.uol.com.br/

Plágio Mode: off


E pra piorar, no segundo tempo, Sagna deu um belo passe pra Ribery que tocou para o meio da Área. Malouda deve ter visto toda sua vida, a crise, os perfumes, os abajures, as baguetes, mas chutou a bola para o gol. E esse foi o resultado final. Bafana Bafana 2 x 1 França. Ambos eliminados. Em primeiro, o Uruguai com 7 pontos, o México vem com 4 e saldo maior que a África do Sul, também com 4 pontos. E a França? CHUUUUUUUUUUUUUUPA FRANÇA!!!!! Buteco de Segunda. A Europa não tá valendo nada por aqui.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Espanha x Honduras


A Espanha joga bonito (Eric Cantona curtiu isso!). Mas o fato de eles quererem fazer todos os gols mais bonitos da copa, é bem típico deles. Prepotentes, metidos, exibidos. Cheios de mimimi. E por isso, e só por isso, que o jogo de hoje não foi um massacre. Além do fato de que Honduras pelo menos tentou atacar (diferente do que havia feito contra o Chile).

Ainda assim, a Espanha foi superior (toda a comunidade espanhola curtiu isso e lavantou o cartazinho de "eu já sabia"). Aos 17 do primeiro tempo, David Villa recebeu a bola na intermediária, pela esquerda. Partiu pra cima da defesa, cortou 2 zagueiros em um só drible e trouxe a bola pro pé direito, até que chutou desequilibrado mas sem chance pro goleiro hondurenho. Poderiam ter feito mais, mas exageraram nos passes. Navas ganhava todos os lances pela ponta direita, mas não fez nenhum cruzamento decente. Too bad.

No segundo tempo, Honduras voltou com mais sede de gol. Sede essa que se transformou em excelente chamativo para contra-ataques rápidos. Num deles, Navas (finalmente) acertou o passe para Villa bater de fora da grande área e marcar seu segundo gol. Navas ainda sofreu um pênalti, que Villa cobrou e... e.... e..... PRA FOOOOOOOOOOOOOOORA!!!! Que burro!

E assim foi. Final, Espanha 2 x 0 Honduras. O Chile lidera o grupo H com 6 pontos, e muito provavelmente tudo será decidio no saldo de gol. Haaaaaja HP 12 C, amigo. Buteco de Segunda. A gente conta pra você.

Chile x Suíça


Pois é. Uma hora tinha que acontecer, né? Após um montão de jogos sem tomar um gol por copas do mundo, a Suíça tomou. E perdeu. É verdade que o juiz da Arábia mandou bem mal no jogo inteiro. Expulsou Romehdal no primeiro tempo, distribuiu cartões amarelos como se estivesse distribuindo panfletos e ainda contou com a ajuda do bandeirinha para validar o gol impedido que o Chile fez. Mas o resultado final foi esse mesmo, Juiz e Chile 1 x 0 Suíça.

O jogo era retrancado no primeiro tempo, a Suíça como sempre armou o time para jogar no contra-ataque. Fizeram muito bem a linha de impedimento, o Chile perdeu várias posses de bola por não conseguir se adaptar.
No segundo tempo, contando com a superioridade numérica, Bielsa colocou Valdivia em campo, e ele deu uma esquentada no jogo. Fazia passes precisos: precisamente pra ninguém. Até que acertou um belo passe (estava impedido), Paredes cruzou e Gonzales meteu de cabeça (quase errou). Paredes ainda teve duas chances impressionantemente claras de gol, mas não fez não. E esses gols vão fazer falta, porque provavelmente os classificados desse grupo serão definidos pelo saldo de gols. E a Espanha deve estar mordida para o próximo jogo. Estou até com pena de Honduras. Buteco de Segunda. A gente faz prognósticos óbvios por aqui.

Portugal x Coréia do Norte


Naaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaasssssssssssaaaaa!!!!! Jogo de pebolim detected total. No primeiro tempo, A Coréia do Norte deu sufoco. Looney, Lalá, Lelé e Park chutavam e faziam bons lances, mas o goleiro português defendeu tudo firme. Até que Tiago lançou Raul Meireles em profundidade e ele bateu rasteiro de primeira! Um a zero.

No segundo tempo, esperava que a Coréia pudesse dar pressão, mas realmente não foi o que ocorreu. Em mais um bom lance, logo no começo, Raul Meireles toca e Simão chuta forte pra vencer Ching Ling. Dois. Dois minutos depois, Coentrão cruza da esquerda para o gigante Hugo Almeida meter de cabeça. Quatro. Aos quinze, Cristiano Ronaldo partiu pela esquerda como um foguete e tocou pra trás. Tiago bateu bem de primeira, sem chances para Ling. Quatro. Portugal lança a bola para a área, o zagueiro se atrapalha e a bola sobra pululante para Liédson meter uma bomba que furou a rede (mentira). Cinco. Aos 41, Liédson divide a bola com a zaga e ganha. Ela se oferece a Cristiano Ronaldo que dribla o goleiro todo errado. a bola bate em sua cabeça, ele a equilibra nas costas, e ela cai direto em seu pé direito para mandar ao fundo das redes e sair com um sorriso de muleque atrevido que não marcava pela seleção há 2 anos. Seis. Dois minutos mais tarde, Coentrão desce pela esquerda e cruza para Tiago marcar novamente, agora de cabeça. Sete. É isso mesmo. Portugal 7 x 0 Coréia do Norte. Uau!

Viram que bom já chegar classificados para a segunda fase? Assim não precisamos ficar com medinho de Portugal. Cantem comigo, vai: Quem tem medo de Pot-tu-gal, Por-tu-gal, Por-tu-gal? Parece que o técnico acertou a mão, colocando um atacante de área, e dois volantes que saem muito bem para o jogo (Meireles e Tiago). Chupa Dunga! Buteco de Segunda. A gente quer ver gol.

domingo, 20 de junho de 2010

Brasil x Costa do Marfim


Meu queriiiiiiiiiiiiidos!!!!!



Que bom contar com a sua audiência aqui no nosso querido blog!
Hoje acompahei o jogo na casa do meu querido amigo Conrado, em conjunto com varios outros amigos. E eis que deu certo!!!! Logo no primeiro tempo, o jogo estava amarrado, e eu não tinha lá muitas esperanças de gol... mas em uma excelente jogada de Kaká, Luis Fabiano, sem ângulo, meteu a bola na furquilha, e colocou a canarinha na frente.
No segundo tempo cerveja subindo, carne pra dentro, e o Brasil jogando pra cima deles, conforme o Galvão mandava! Até que Luis Fabiano pegou a bola com as mãos, e meteu no gol! Melhor que isso, o juizão não viu nada. Segundo gol brasleiro!!! Já estava satisfeito, quando Kaká partiu pela ponta esquerda, cruzou rasteiro para Elano chutar direitinho tirando o golero. Brasil três a zero! Iraaaaaaado! Mas aí, Elano se machucou, Kaká foi expulso e tudo virou merda... a zaga tava dando sopa pro azar, até que num cruzamento inofensivo, Drogba meteu de cabeça, no cantinho, sem chance para Julio Cesar. Placar final, Brasil 3 x 1 Costa do Marfim. Vamo Brasil! Já estamos praticamente classificados! Buteco de Segunda. A gente bebe por aqui. E não é pouca coisa não, hen?

Itália x Nova Zelandia

Em primeiro lugar, o Paraguai. (chupa Itália!). Pois é. Ninguém acreditaria nisso. Ninguém apostou nisso. Mas quem apostou, deve ter ganho uma bolada. Começo a pensar que tem dedo de dinheiro nessa copa, porque não é possível que uma seleção tradicional como a Itália não consiga vencer a Nova Zelandia. Sério, sério. É o mesmo time que serviu de saco de pancadas na Copa das Confederações, o que pode ter havido de tão brilhante que justifique isso?

Enfim, tenho que sair porque ta rolando maior churras e eu aqui perdendo tempo escrevendo pras paredes. Logo aos 6 minutos de jogo, falta da intermediária para o time da Oceania. Maior balbúrdia, a bola bate em Cannavaro e sobra para o atacante Smeltz chutar. Gol da Nova Zelandia (whaaaaaaaaaaaaat?????). Aí, a Itália tocava, tocava, tocava, lixava as unhas, lavava a louça, tocava, cantava uma ópera, tocava, e mais nada. Até que De Rossi, que já nasceu de bigode, cavou um pênalti. O juiz foi na dele. Iaquinta bateu bem, e empatou.

No segundo tempo, o técnico italiano tentou mudar. Di Natali e Camoranesi em campo faziam o possível para mudar o panorama da partida. Mas não mudaram. E ela terminou assim, Itália 1 x 1 Nova Zelandia. Haaaaaaaja zebra, ainda bem que a Copa é na África. Buteco de Segunda, aqui, os favoritos não tem a menor chance.

Paraguai x Eslováquia


Bom dia meus queridos amigos leitores. Foram bem de balada, estão de ressaca, estão se sentindo jovens e felizes? Fico feliz por vocês. Eu, por minha vez, dormi. É, pois é. Dor-mi. Não fui na festa do Leonardo, que me xingou via SMS à 1:00. Bicha! Maaaaaaaas.... vi uma luz. A partir de terça-feira, os jogos começam a partir das 11:00, o que melhorará consideravelmente a minha vida social.

Aí, como fui dormir cedo, acordei sem problemas para mais ma clássica partida de futebol. De um lado, o Paraguai que empatou com a Itália na primeira rodada (booa!), do outro, a Eslováquia do clã dos Weiss que empatou com a Nova Zelandia (o que que eu vou dizer lá em casa?). Começa o jogo, o Paraguai dominava a partida e a Eslováquia brincava de ser expectador. Já estavam quase aplaudindo o time adversário, quando eu tive que ir ao banheiro. Quando voltei, o Paraguai estava vencendo (apaputaquiopariu!). Eu vi no replay. Boa jogada de Barrios que passou para Vera chutar forte e marcar. Para delírio da torcida paraguaia e do time eslovaco, que aplaudia efulsivamente. Fim do primeiro tempo.

No segundo tempo, a Eslováquia quaaaaaaaaaaaaaaaase começou a jogar. Mas não jogou não. O Paraguai também não. Tava todo mundo lá feliz e contente a olhar o jogo. Até que numa cobrança de falta, Nhonho e Godiness chutaram a bola ao mesmo tempo, e ela sobrou para Riveros chutar e matar o jogo. Final, Paraguai 2 x 0 Eslováquia. Buteco de Segunda. Buteco, sabe? De domingo, às 8:30 da manhã (cruzes!).

sábado, 19 de junho de 2010

Camarões x Dinamarca


Boa noite. Estou cansado demais para falar sobre o jogo. Porque eu nem vi direito, tava numa correria danada. Perdoem a minha relapsaria, sou apenas um rapaz latino-americano que também tem o direito de se lamentar (Seixas, Raul).

Pelo que eu vi do jogo, houve uma porção de patasquadas. Goleiro entregando o jogo, atacantes errando. Zaga saindo errado, atacantes errando. Até que Etoo fez um bom lance e colocou o time africano a frente no placar. E o jogo era aberto. Então a Dinamarca deu um lançamento absurdo de 50 metros, da lateral esquerda para a ponta direita do ataque. A bola caiu par Rohmedal, que tocou de primeira para o gol de Bendtner. Tudo igual.

No segundo tempo, as duas equipes voltaram bem ofensivas. Com certeza um dos jogos mais abertos da copa (finalmente!). Camarões oferecia mais perigo, porém sempre falhava na definição. Num dos contra-ataques que o time africano cedeu, a bola caiu para Rohmedal na ponta direita. Em um belo lance, ele cortou o zagueiro e chutou de esquerda. Golaço! Camarões tentou um monte ainda, mas não conseguiu fazer nada. Final de jogo! Dinamarca 2 x 1 Camarões. Matematicamente, Camarões está eliminado da copa. Deixa uma nação desesperançosa, um craque chorando, e um continente mais desfalcado. Buteco de Segunda. Eu poderia estar roubando, matando, perdendo pênaltis, mas tô aqui escrevendo.

Austrália x Gana



Tá ligado que hoje é sábado, né? Tá ligado que eu to acordando cedo faz 2 semanas, né? Tá ligado que isso é a maior várzea, certo?

Então tá. No começo do jogo, falta frontal a favor da Austrália. Bresciano cobra, o goleiro rebate, Jabulani faz lerolero, e no rebote a Austrália abre o placar. Um pouco depois, belo lance de Gana, chutam pro gol e o atacante Kewel salva com a mão. Pênalti, e cartão vermelho. Gyan cobra e marca. Final, Austrália 1 x 1 Gana. Buteco de Segunda. A gente tá cm uma preguiça danada por aqui.

Holanda x Japão

*Minha singela homenagem (e visita) à Holanda.

Hoje é sábado. Eu acordei as 8:30 pra ver a Holanda jogar, pra ver a baiana passar, pra ver o Nakamura. E caros amigos leitores queridos: lembra daquela Holanda que corria, que encantava, que mimimimimi? Agora mudou-se tudo. O que a Holanda faz durante o jogo inteiro, é brincar de bobinho com o adversário. Bobinho, é aquele jogo sacana em que um idiota fica dentro de um círculo, tentando roubar a bola de outras seis (ou mais ou menos) amiguinhos sacanas. Quem perde a bola vira o bobinho e assim por diante. Mas então, a Holanda faz isso contra todos os jogadores adversários. Bacana, hein?

Aí, no primeiro tempo, tudo como começou, zero a zero. Três chutes a gol de cada equipe, tudo em direção à lua. Após o intervalo, as equipes voltaram do mesmo jeitinho. A Holanda tocando, o Japão olhando, eu dormindo. Até que Van Persie deu uma estabanada dentro da área, tocou pra trás sem querer e o Sneijder bateu no gol por engano, e o goleirão tomou um frango porque canja de galinha não faz mal a ninguém (Benjor curtiu isso). Aí o Japão tentou responder, mas foi mesmo uma baderna. Toquinho pra cá, toquinho pra lá... Aí o Afelay (que entrou no lugar do Sneijder - quem mandou fazer gol?) perdeu dois gols incrivelmente fáceis de fazer (o técnico deve ter curtido isso).

E foi só isso. Final, Holanda 1 x 0 Japão. Próximo clássico de hoje é Gana vs Austrália. Cláááássico, daqueles que faz a gente prender a respiração (pra tentar morrer de outra maneira que não tédio). Buteco de Segunda. Um oferecimento de Grupo SSP Embalagens, há 15 anos ditribuindo canetas de brinde da maior qualidade.

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Inglaterra x Argélia




Começa o jogo.





Um belo pássaro voa em câmera lenta rente ao gramado.








Fim de jogo. Inglaterra 0 x 0 Argélia. Buteco de Segunda, a gente pangua por aqui.

Eslovênia x EUA

Já tava quase achando que hoje era o dia da Iugoslávia, mas me enganei. Diferente do jogo anterior, a Eslovenia jogava bem, com a bola no chão, passes precisos, verticais, e com cheirinho de chiclete. Até sair o primeiro gol, num chute forte de fora da área. Foi foi foi foi foi ele! Birsa! O craaaque da camisa número 10.

Os americanos perdidos em campo, a Eslovênia dominava e muito a partida. Até conseguir o segundo gol, ainda no primeiro tempo. Contra-ataque, Novakovic lançou Ljubijanik (naaaaassa!) em profundidade, e ele tocou para o gol, na saída do Howard. Eslovênia 2 x 0 EUA. E o seu Leuvegildo Junior, comentarista da Globo, que tava com saudades de Lalas "o último grande zagueiro dos EUA". O senhor é um brincalhão, hein seu Leuve? Faz favor.

Aí começou o segundo tempo. Antes dos 5 minutos, o bom Donovan recebeu a bola na ponta direita e foi correndo solito, solito pro interior da área estava quase sem ângulo. Mas Donovan é americano. E os americanos são muito melhores. Meteu logo um canhão de pé direito, o goleiro ficou com susto e só ouviu a bola balançar as redes. Belo gol! 2 x 1. Se os EUA não empatassem, estariam praticamente eliminados da copa. Mas eles empataram. As vezes futebol é tããão Holywood. Lá pelas tantas, bola alta na área, Altidore (que não pode jogar em São Paulo por causa da Lei Cidade Limpa) desviou, e Bradley, o filho do técnico Bradley, chutou de bico todo desengonçado. Tudo igual! Os EUA fizeram mais um gol legítimo que foi anulado pelo juizão. O motivo? "Because I can." - disse o árbitro, massagenado os bigodes. Final, Eslovênia 2 x 2 EUA.


Logo mais a Inglatera enfrenta a Argélia e tem que golear pra se garantir na próxima fase. Buteco de Segunda. A gente manda Hadouken por aqui.

A Verdadeira Escalação da Copa.


GRUPO A


ÁFRICA DO SUL - Hakuna, Matata, Zuma, Pumba e Simba. Tshabalala, Lalalala e Trololo. Zulu, Zilu e Vuvuzela. Técnico: Zamunda
MÉXICO - Zapata, Godines, Cirilo e Racha-cuca. Jose Cuervo, Xapatin, Girafales e Hector Bonilla. Taco, Roberto Bolaños e Speed Gonzáles. Técnico: Don Ramón
URUGUAI - Mujica, Bujica, Canjica e Cojones. Mate, Artigas, Ortega e Urtiga. Loco Abreu, Loco Mia e Olocomeu. Técnico: Eduardo Galeano
FRANÇA - Mondieu, Sacrebleu, Blasé e Sauté. Abatjour, Monamour, LeParkour e Monbijou. Ribéry, Tresjolie e Lingerie. Técnico: Sauvignon


GRUPO B


ARGENTINA - Maricones, Boludo, Quilmes e Chorizo. Alfajor, Tango, Perón e Verón. Palermo, Panaco e Babaco. Técnico: Mano de Dios
NIGÉRIA - Motumbo, Djeba, J'romba e Bengala. Kanu, Kani, Goku e Paunoku. Obinna, Ilê e Ayê. Técnico: Obaluayê
COREIA DO SUL - Kim Sam-Sung, Kia, Hy Un-Dai e Kun Gui-Fu. Park Ji-Sung, Park Damo-Nika, Park Guin-Le e Jurassic Park. Dae-Woo, Wong-Fu e Sal Sifu-Fu. Técnico: C.G. Jung
GRÉCIA - Onassis, Sócrates, Hermócrates e Hipócrates. Katapoulos, Kataploft, Katapimba e Christos. Churrasco grego, Beijo grego e Arroz a grega. Técnico: Homero


GRUPO C


INGLATERRA - Lancaster, Worcester, Montgomery e Wiltshire. James, John, Paul e George. Cleese, Big e Ben. Técnico: George Martin
ESTADOS UNIDOS - Bacon, McMuffin, Yogoberry e Cheddar. Yummy, Dummy, Brandon e Brian. Gonzales, Hernandez e Lewinsky. Técnico: Kissinger
ARGÉLIA - Sahid Zidane, Ahmed Zidane, Nadir Zidane e Zinedine Zifoda. Kareem, Khaled, Kebab e Kabid. مدينة الجزائر, أحمد e ويحي. Técnico: Habib's
ESLOVÊNIA - Bronquič, Rinič, Bursič e Sinusič. Šeliga, Šetoca e Šemanca. Popovic, Twitpic, Prezunic, Ljubeyjafjalajokulj anic e Tededic. Técnico: Mobdic



GRUPO D


ALEMANHA - Sauerkraut, Strudel, Heinzbein e Kasseler. Adolph, Lager, Aftazarden e Weissfüder. Ingo Hoffman, Diego Alemão e Schumacher. Técnico: Heinz
AUSTRÁLIA - Dundee, Kookaburra, Koala e Kangaroo. Hugh, Jackman, Heath e Ledger. Sidney, Taz, Priscilla e Bloomin' Onion. Técnico: Hugo Weaving
SÉRVIA - É o Pet, É o Pet, É o Pet, É o Pet, É o Pet, É o Pet, É o Pet, É o Pet, É o Pet, É o Pet e Stanković. Técnico: Dejan
GANA - Mandingo, Sahafo, Trihpé e J'boiah. Abedi Pelé, Abedi Garrincha, Abedi Tostão e Asamoah. Eric Addo, Atordo Addo e Vi Addo. Técnico: Milton Nascimento



GRUPO E


HOLANDA - Van Halen, Van der Wildner, Van pirata e Van Do. Van Geleonel, Van der Lee, Van der Cleidson e Marcelo D2. Heineken, Phillips e Tiësto. Técnico: Maurício de Nassau
DINAMARCA - Andersen, Kierkegaard, Viggo Mortensen e Bohr. Fodamsen, Danensen, Ferrensen e Sevirensen. Nhá Benta, Língua de Gato e Scooby Doo. Técnico: Danish Cook
JAPÃO - Jaspion, Jiraya, Change Dragon e Hello Kitty. Haikai, Tamagochi, Sudoku e Wasabi. Keropi, Kotoko e Misha Ria. Técnico: Içami Tiba
CAMARÕES - Pitu, Krill, VG e Cinza. Sete Barbas, Rosa, Da Malásia e Lagostin. Risole, Empadinha e Bobó. Técnico: Sr. Sirigueijo


GRUPO F


ITÁLIA - Polpettone, Pomodoro, Tagliatelli e Frescarini. Bocchetti, Bolagatto, Pugnetta e Brogna. Donatello, Mario e Luigi. Técnico: Tony Ramos
PARAGUAI - José Lugo, Carlos Lugo, César Lugo, Ramón Lugo e Roque Lugo. Sorny, Mike, BleckBarry e Hi-Phone. Perla e Adelaide. Téc: PolyStation
NOVA ZELÂNDIA - Peter, Jackson, Russel e Crowe. Froddo, Legolas, Aragorn e Smigol. Wellington, Kiwi e Jaca Paladium.
ESLOVÁQUIA - Swarowský, Deuokusemký, Hondačívik e Robotnik. Bratislavský, Holosko, Homalusko e Hamuleske. Extcheco, Ralatchan e Ralatcheca.



GRUPO G


BRASIL - Zé Carioca, Carmem Miranda, Blanka e Buenos Aires. Samba, Bunda, Caipirinha e Capoeira. Allejo, Pelé e Bündchen. Técnico: Lula da Silva
COREIA DO NORTE - Ping, Pong, King e Kong. Long, Dong, Yin e Yang. Tang, Pak Man e Don-Keey Kong. Técnico: Kim Jong-il
COSTA DO MARFIM - Jotalhão, Dumbo, André Marques e Ronaldo. Romaric, Bebetic, Ebony e Ivory. Drogba, Merdba e Porrba. Técnico: Djosso Ares
PORTUGAL - Manoel, Joaquim, Manoel Joaquim e Joaquim Manoel. José Maria, Vasco, Roberto Leal e Ovos Moles. Baiano, Ceará e Paulista. Técnico: Saramago



GRUPO H


ESPANHA: Almodóvar, Franco, Hernán Cortés e Paella. Iniesta, Iniaquela, Fábregas e Nádegas. Banderas, Bardem e Julio Iglesias. Técnico: Pablo Picasso
SUÍÇA - Patek Philippe, Tissot, Nestlé e Lindt. Toblerone, Emmental, Rousseau e Federer. Fondue, Canivete e Limonada. No banco: Paulo Maluf
HONDURAS - Canales, Rios, Riachos e Valones. Palacios, Castelos, Casas e Barracos. Zelaya, Zemayer e Porfírio Lobo. Técnico: Celso Amorim
CHILE - Rojas, Moai, Marcelo Ríos e Casillero del Diablo. Merlot, Malbec, Cabernet e Pinot Noir. Santa Helena, Concha e Toro. Técnico: Pablo Neruda

Alemanha x Sérvia


Eeeeeeeeeeeeeeeentra em campo o time que mais agradou os cronistas esportivos nessa Copa do Mundo. A Alemanha, que meteu 4 (chupa cangurus!) na fortissima Austrália! Rá! A Sérvia vinha de uma derrota para Gana. Jogava no tudo ou nada.

Nos primeiros 25 minutos de jogo, enquanto a bola rolava, eu sonhava com flores de celofane em rios de amarelidão imensa, e abelhas falantes rodando por nossas cabeças. Quando acordei, já estava no meio do primeiro tempo. Mas deu tempo de ver que a retranca sérvia mandava ver, e não deixava a Alemanha jogar (Chupa, Lothar Mathaus!). Lá pelos 30, Klose fez uma faltinha de nada, já tinha cartão amarelo, o árbitro mandou logo ele ir pro chuveiro mais cedo.

Capitão Nascimento: O que voce quer?
Klose: Eu quero ser o maior artilheiro das Copas!
Capitão Nascimento: NUNCA SERÁ! JAMAIS SERÁ!

Logo depois da expulsão, Krasic finalmente fez uma boa jogada pela direita, cruzou, o enorme Zigic escorou de cabeça e o corajoso Jovanovic mandou pra rede. Chupa, Olver Kahn! Essa, você pegava! E aí terminou o primeiro tempo. Enquanto isso, no intervalo:

Charles Henrique: Pet... Pet..... Oh, Pet. Fala comigo?
Petkovic: Shim?
Charles Henrique: A Sérvia ta ganhando da Alemanha, certo?
Pet: Ezatamentche, eshtamosh nosh eshforrçando para ganharrr delesh.
Charles Henrique: Ah, bacana.

No segundo tempo, o craque zagueiro Vidic fez uma patasquada dos infernos, deu uma de goleiro e o juizao marcou penalti para a Alemanha. Na bola, o rápido Podolsky. Correu, bateu... e ESPAAAAAAAAAAALMA STOJKOVIC!!!!!!! BRASIL-IL-IL-IL! E foi isso. O técnico alemão tentou dar uma de louco igual ao técnico do México, mas não funcionou. Final, Alemanha 0 x 1 Sérvia. Retranca funciona, meus queridos, amados, idolatrados, salve-salve, leitores. Buteco de Segunda. Aqui você não pede. Nem manda.

quinta-feira, 17 de junho de 2010

França x México




CHUPA FRANÇA!!!!

Quer dizer, é... o último jogo de hoje trouxe mais uma boa surpresa pra galera brazuca! O México lavou nossa alma, vingou 86, 98 e 2006! O técnico Enojadito Aguirre colocou 4 atacantes no segundo tempo (que hombre!), incluindo o Blanco, o velho guerreiro Blanco. E a França, sem Zidane, sem Platini, com Henry no banco (que burro!), sem criatividade nenhuma... perdeu. O primeiro gol do México saiu aos 15 do segundo tempo. Rafa Marques (jogou muito hoje!) lançou para o jovem atacante Hernandez, que partiu em posição legal, (chupa Zidane!) driblou o goleiro (chupa, Trezeguet!) e tocou para as redes (chupa Henry!).

Depois disso, a França tocou o bumba -my-boáh, mas não tinha organização nenhuma. E Henry no banco. E o Ribery se mostrou a nova geração (mais feia, mais inexperiente e mais zuada) do Zinho. Vira pra cá, vira pra lá, mas não produz nada. Até que Barrera saiu correndo com a bola, adiantou demais, e contou com a bobeira do experiente Abidal, que fez pênalti claro (embora os caras da Globo tenham achado que não: mas eles só entendem de xicrete). E quem foi pra cobrança? Quem? Quem? Quem????? Cuauhtemóc Blanco! Que homem! Perfeito! No cantinho inferior! (Chupa Barthez!) Termina o jogo! México 2 x 0 França!

E foi isso. Agora Uruguai e México estão em primeiro com 4 pontos, mas o Uruguai tem um gol a mais de saldo. Eles se enfrentam na última rodada, pra ver quem vai pegar a Argentina na próxima fase. França e África do Sul aguardam algum milagre (chupa, Blanc!). Buteco de Segunda. A gente guarda rancor por aqui.

Nigéria x Grécia


Não sei alguém tinha algum interesse nesse jogo, mas ele só ficou bom depois da expulsão do nigeriano Kaita, no começo do primeiro tempo. Nessa altura do jogo, Nigéria já vencia com um gol de Jorge Wagner, cobrando falta tipo cruzamento em direção ao gol, que não tocou em ninguém e entrou. Tá, o gol foi de Uche. Mas a jogada foi igualzinha a 30 gols dos bambis. (referência do Bruno, viram como ele participa do Blog?).

Depois da expulsão, o técnico grego tirou o volante Papastathopoulos para a entrada de Samaras, um atacante de nome menor que fez vibrar as cabines de transmissão, festa dos narradores. Em campo, a Grécia que nunca, eu disse nunca, eu repito, nunca! havia feito um gol sequer em copas do mundo, fez. Foi dele, Salpigidis, o craaaaque da camisa 14. Entra para a história grega juntamente com Sócrates, Platão e Aristóteles como um dos maiores gênios de todos os tempos.

No segundo tempo, novamente, Enyama (goleiro nigeriano) mandava muito bem no gol. Fazia defesas plásticas, clássicas, flácidas. Numa dessas flácidas, a bola sobrou para Torosidis, que chutou de bico para o fundo das redes. E sem confetes para você, porque o que importa mesmo é o primeiro gol. Assim, a Grécia virou o jogo! Quem diria? Um dos lances mais legais da partida foi quando a Grécia chegou na cara do gol, e o goleiro pegou, ligou o contra-ataque rápido, a Nigéria chegou inteira, sozinha pra marcar, mas o goleiro grego pegou, e no rebote, chutaram pra fora. E no mais, foi isso. A Nigéria está praticamente fora. A Grécia também, já que tem que torcer pra empatar com a Argentina e torcer pra Nigéria ganhar da Coréia. Buteco de Segunda. O chiclete que você mastiga, não é igual ao meu.

Argentina x Coréia do Sul

Prefácio


Eu tive um sonho. Um sonho em que duas nações se unissem por um objetivo louvável. Duas nações tão distantes, todas unidas, na José Paulino, esquina com a Silva Pinto, de mãos dadas, mandando um CHUPA ARGENTINA all together. Mas esse sonho nunca se realizou.




E começa mais uma rodada de jogos válidos pela Copa 2010 na África do Sul. O embate entre a favorita Argentina contra a gloriosa, a guerreira, a quarta colocada em 2002 Coréia do Sul. Apita o árbitro belga, e a bola rola! Redonda pros argentinas, em dodecaedros pela Coréia. Logo aos 15 minutos, uma falta lateral. Messi cobra, a bola que é uma vendida bate sem querer na canela de Park Chu-Yong e mata o goleiro. Um a zero pros hermanos. Lá pelos 25, "ota". Ota falta lateral. Maxi Rodriguez cruza, a bola desvia em Burdisso, toda a defesa coreana fica paralisada com a magnífica câmera exposta no teto do estádio, e o péssimo Higuain manda fraca de cabeça, segundo gol da Argentina.

A Coréia ficou maior com medo da Argentina, não conseguia acertar 3 passes seguidos. Mas foi então. Nos acréscimos do primeiro tempo: *música de suspense ao fundo, tambores asiáticos de preferência*. O horroroso Gutierrez manda um passe na fogueira para Demichelis. Este procura por um espelho para ajeitar as medeixas esperando o fim do primeiro tempo, mas é aí que surge ele: Lee Chunk-Yong (que iremos chamar carinhosamente de Lobinho). Ele toma a bola na maior velocidade, dá três cortes precisos, dribla o goleiro 4 vezes, levanta a bola, faz embaixadas com a cabeça, ajeita no peito e manda de bicicleta para o gol do terrível goleiro Romero. É DO BRASIL!!! GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOLLL DO BRASIL!!!!!!!!!!! BRASIL-IL-IL. Mentira. Ele roubou a bola e mandou pras redes. E terminou o primeiro tempo. Argentna 2 x 1 Coréia do Sul.

E quando o jogo voltou, dá-lhe Coréia. Todo mundo correndo, envolvendo a Argentina. Lobinho quaaaaaaaaaaase marcou o gol de empate. Mas chutou na rede pelo lado de fora. Grande erro. Substituição na Argentina, sai Tevez, entra Aguero (genro do Dom Maradona). Primeiro toque na bola: bolão pra Messi, que chuta 2 vezes; a bola bate na trave e no rebote, o banheirista Higuain estava lá para conferir. 5 minutos depois, lindo passe de Messi para Aguero, que dá um lindo cruzamento para Higuain marcar seu terceiro gol e se isolar na artilharia da copa. Luto na José Paulino: Argentina 4 x 1 Coréia do Sul. Fim de jogo. Buteco de Segunda. A gente come alfajor por aqui.

quarta-feira, 16 de junho de 2010

África do Sul x Uruguai


É! Acabou agora pouco o último jogo de hoje e meus desejos foram atendidos! Uma goleada, um massacre, uma prosopopéia do time sul-americano contra os anfitriões. Não posso negar que dei uma cochilada de uns 25 minutos no primeiro tempo, mas vi o gol espírita de Forlan e Jabulani contra o goleiro africano. Sacanagem, né? Mas foi bonito, de fora da área.

Forlán, aliás, finalmente compreendeu o sentido de jogo coletivo. Graças ao técnico que recuou o jogador para que armasse as jogadas de ataque. Jogando recuado, fez o primeiro gol. No segundo tempo, a África do Sul não teve nenhum momento genial. Não teve garra, nem vontade, nem habilidade, nem nada. Enquanto isso, a seleção uruguaia tocava a bola como dava, da forma mais vertical possível e sempre buscando chegar ao gol. Não tiveram grandes momentos de perigo, até que o esforçado atacante Luis Suárez recebeu em condições, cara-a-cara com o goleiro Khune. Ele driblou o goleiro, que o derrubou na área. Pênalti. E cartão vermelho para o arqueiro africano. Muita reclamação, mas o árbitro acertou. Aí o goleiro reserva, Josephs, que estava de pijama e pantufas no banco porque sabia que nunca teria que jogar, demorou 5 minutos para se arrumar para entrar. Entrou, Forlán cobrou o pênalti no canto esquero em cima, Josephs quaaaaaaaase pegou. Mas não pegou. Uruguai 2 x 0 África do Sul.

Depois disso, a torcida africana começou a deixar o estádio. Sabe quanto custa o ingresso de jogo de Copa do Mundo? Muito, muito dinheiro. E eles vão embora? Assim não pode, assim não dá. Ainda bem que foram. Porque aos 49 minutos do segundo tempo (o juiz obviamente deu 5 minutos de acréscimos pela maquiagem do goleiro reserva), Forlán, (de novo!) deu um belo passe cruzado para Luiz Soares, que cruzou rente ao goleiro que, novamente, quaaaaaaaaase pegou a bola. Só que, novamente, não pegou. E ela se ofereceu livre leve e solta para Álvaro Pereira, que de forma estabanada cabeceou para o seu joelho e do joelho pro gol. Fim de jogo. Uruguai 3 x 0 África do Sul. E agora ficou bem complicado pro time da casa se classificar. Bafana Bafana who? Buteco de Segunda. A gente sacaneia os anfitriões por aqui.

Espanha x Suíca


Sem fazer muitos mistérios. A Suíca venceu a favorita Espanha (chupa, Butrageño!). Um a zero, sem choro, sem roubo, sem nada. E poderia ter sido mais. A Espanha também poderia ter feito gols, mas bateu de frente na zaga de um time que não sofre gols há 8 horas pela Copa do Mundo. A Suíca é aquela que foi desclassificada nos pênaltis em 2006, sem ter tomado sequer um gol com a bola rolando. Achou fácil?

Então, tiramos uma lição com essa copa. Não importa quantos atacantes bons você tenha no time; não importa se seu meio de campo é leve e criativo; não importa se o seu técnico é doido de pedra e faz coisas alucinantes à beira do gramado. É só plantar duas linhas de quatro jogadores amontoados no campo defensivo, e sair no contra-ataque. E pronto, assim você vence uma Copa do Mundo. Bullshit! Que saudade da Holanda de 74, do Brasil de 82, da Hungria de 54, de Camarões de 90. Perceberam a similaridade de todas essas seleções geniais? TODAS PERDERAM!!!

Vamo lá, então, defesa neles!!! Zaga neles! Goleiro neles! Abaixo os artilheiros! Meias criativos GO HOME (Pato, Ganso e Ronaldinho Gaucho curtiram isso)!!! O futebol está perdido. Vou mudar pra baseball ou NBA. Eu quero ver cestas, home runs, touchdowns. Eu quero ver gol! Mais de um por partida, de preferência. Chupa Raul! Buteco de Segunda. A gente se retranca por aqui.

Honduras x Chile


Depois daquela porcaria de vitória sofrida contra o pior time do mundo, acordei desanimado para a Copa. Ainda bem que o Chile estava lá. Acordei cedo hoje, meio atordoado pela bela festança de ontem. Ponderei sobre não assistir ao primeiro jogo que não parecia interessante de jeito nenhum. Mas isso de ser cronista inspira e vicia. Ainda que eu seja péssimo, sou um péssimo viciado.

Então tomei um café demorado, fiz um queijo quente e um nescafé e fui lá pra sala, pra assistir a mais este espetáculo da Terra. Quando liguei a TV, estava tocando o hino chileno. E eu vi pelas feições, pelo amos ao cantar, que aquela seleção tinha um negócio que o Brasil não tinha: TESÃO! É, pois é. Depois de ter ficado de fora das duas últimas copas, a sleção chilena entrou em campo com amor, com tesão, com paixão. E também com habilidade e um preparo físico ótimo.

Apitou o árbitro das Ilhas Seychelles. Um lugar páradisíaco e pequeno, onde com certeza não há sequer espaço para construir um estádio oficial. Logo no começo, o Chile demonstrou um futebol excelente! Quando os hondurenhos tinham a bola, em qualquer parte do campo, o Chile marcava sob pressão! Parecia que havia o dobro de jogadores chilenos. Baita correria. E quando tinham a bola, o ex-palmeirense Valdivia distribuía muito bem as bolas para os atacantes, principalmente Alexis Sanches, uma jovem revelação. Aí, só dava Chile.

No entanto, o resultado final foi Chile 1 x 0 Honduras. Um gol meio sem querer do ponta Beausejour, no fim do primeiro tempo. Poderia ser mais largo o resultado, mas o goleiro Valladares de Honduras fez diversas boas defesas e segurou o placar. É verdade que Honduras é um time fraco. Mas a Coréia do Norte é mais fraca ainda, só que o Brasil joga por obrigação. Todos os brasileiros preferiam estar em Malawii, mas tem que trabalhar nas férias. Todos os chilenos estão exatamente onde querem estar. E por que estou comparando essas seleções? Porque, muito provavelmente, vamos pegar o Chile nas oitavas de final. E Suazo (centro-avante gordinho-careca) que não jogou hoje, vai estar em campo. E aí, meu queridos e adorados leitores: vai dar merda (Nascimento, Capitão). Buteco de Segunda. Porque aonde quer que você esteja, lá estará você.

Botânica


Enquanto ajudava minha namorada a carregar uns vasos:

- Nossa, que bizarra essa planta aqui... parece um arame.

- Lindo, isso é um arame.

Ah, bacana.

Acho que preciso voltar ao oftalmologista.

terça-feira, 15 de junho de 2010

Brasil x Coréia do Norte

O dia era especial. A estréia do Brasil numa copa do mundo não pode ser um dia comum. E não foi. Nesse dia, a Eslováquia empatou com a seleção (de rugby) da Nova zelandia. Portugal empatou com a Costa do Mrfim. E o trânsito de São Paulo empatou com seus habitantes. Verdade. Pra minha sorte, meu sócio veio me buscar de moto. E deu uma de moto boy "cachorro loco" como há tempos eu não via nessa cidade doida. Trânisto na minha pacata rua, imagine na Consolação, Marginal, sumaré, imagine na Rebouças. Todo mundo doido pra chegar e ver o grandisoso jogo da primeira fase e estréia da seleção brasileira.

Finalmente o Brasil estreiou na copa. Contra a fraquíssima Coréia do Norte. Meu Deus, alguém benze essa seleção, que não vai dar certo. A seleção asiática deu uma canseira no Brasil, e conseguiu. Parou a canarinha o primeiro tempo inteiro. Porra, Dunga! Porra Kaká.

O Brasil jogou mau no primeiro tempo. O Robinho até tentou dar umas pedaladas, mas não rolou. A bola nunca chegava inteira pra bater bonito, de primeira, de trivela, no ângulo! (chorei). E ainda deu alguns sustos, com o Rooney asiático, o "Looney". "Haja coração amigo", gritava Galvão Bueno embora eu não seja seu amigo. Enquanto eu perdia as esperanças, terminou o primeiro tempo. Céus, só consegui pensar no pior. Vamos sair da copa.

No intervalo, falamos sobre o apartheid, e vimos que a vida poderia ser bem pior. Mas não é, pelo menos para nós. E fumamos, e bebemos, e comemos hot dog e pizza e tudo parecia bem. Mas não estava. Quando os jogadores retornaram, ainda estávamos empatando com a fraquíssima Coréia do Norte. E isso, meus amigos, é inadmisível. De verdade. E aí apitou o árbitro húngaro, soavam as vuvuzelas na África e na sala. Todos tensos, embora não demonstrassem. Até Galvão Bueno tenso. Casagrande gaguejando mais do que nunca. Falcão ponderando mais do que nunca. E o Kaká veio melhor para a segunda fase. "Agora vai!!!", pensei eu. Agora ía. Nenhuma dificuldade para o arquero norte-coreano. Até que Daniel Alves foi para o aquecimento. E estava prestes a entrar. "agora vai", pensei eu. E foi. Cerca de 25 minutos do primeiro tempo, robinho lança Elano em profunidade. Ele apenas toca para tirar do goleiro. Brasil na frente. Festa na sala, no bairro, na cidade, no Brasil.

Depois, o Brasil se animou. Em um lance de bruxaria total, Maicon recebeu a bola muito sem ângulo, tentou cruzar, mas a Jabulani fez uma curva incrível e enganou todo mundo. GOl do Brasil! Festa no mundo!!!!! Daniel Alves entrou no lugar de Elano, autor do gol. A cerveja era pouca para tanta festa. O Brasil, em campo, mantinha-se firme. Não dava nenhuma chance à Coréia. Ainda bem, né? Aí o Dunga pirou de carck. Assim como a amiga Carol avisou, era pra tirar o Kaká e colocar o Nilmar. E foi feito. Ele bem avisou que não aguentaria (bicha). Em campo, três atacantes não significaram mais ofensivas. O Brasil tocava de lado, mas não chegava aos finalmentes. Foi quando veio o golpe. Quase no fim do jogo, não é que conseguimos tomar um gol da porra da Coréia do Norte? Puta que o pariu!!!! Mas tá bom. No fim, ganhamos. Chupa, imperador anônimo (googe mode: off). Ganhamos e somos líderes. Agora é só escolher se queremos ganhar da Costa do Marfim ou de Portugal. Vamo Brasil, Vamo Brasil!!!! Vamo ganhar Brasil!!!! Vamo!!!! Pra cima deles, Brasil!!!!!! Buteco de Segunda. Buteco, sabe? De segunda. Ops hoje é terça... mesmo assim o Brasil esta feliz! E nós também..... parabéns Domani! é Brasil é nóis!

Costa do Marfim x Portugal



Mais um zero a zero na copa. Que beleza. Bom pro Brasil, que joga hoje sem pressão e depois pode decidir de quem ganha pra se classificar. Sobre o jogo, logo no começo Cristiano Ronaldo chuta de fora da área, e a bola beija a trave direita do goleiro Barry com violência. E foi só.


Didier Drogba entrou na partida, aos 25 do segundo tempo. Que homem! Tem que quebrar melhor ele, pra ver se tira da copa. A Costa do Marfim dominou a maioria ddo jogo, Portugal é lamentável. Só marcar o 7 que tá tudo certo. Fácil pro Brasil, hein? Se sofrer sufoco é tudo culpa do Dunga. Ou do Zangado. ou do Mestre. Escolham vocês.


Buteco de Segunda. Vamo que vamo, Brasil!

Nova Zelandia x Eslováquia


Bem amigos da Rede Blogo. Apenas para informar que não vou mais cobrir a copa, porque vou voltar ao trabalho. Céus, que competição horrorosa. Sobre esse último jogo, eu já vi melhores em:

- Campeonato Israelense, clássico Hapoel Tel Aviv x Macabi Haifa. Placar? 0 x 0.
- Campeonato Brasileiro, série B.
- Parque da Aclimação, domingos, sempre pela manhã.
- Guarujá, ao cair da tarde. Caiçaras x Trombadinhas.

Vou conversar com o Putin para rever a revolução comunista. Quem sabe agrupando todo esse bando de país com dois jogadores cada não dá pra refazer os times ótimos de Iugoslávia, URSS e Tchecoslováquia (que se dividiu em Tcheca, Eslo e Vaquia). Sobre o jogo, o time amador da Nova Zelandia fez o que tinha que fazer. Colocou o time de defesa do Rugby e segurou o time europeu todo o primeiro tempo, Destaque apenas para Vladimir Weiss, filho do técnico Vladimir Weiss. Técnico esse, que era jogador da Tchecoslováquia na Copa de 1990, e era também filho do técnico Vladimir Weiss, que jogou a final da Copa de 1962 contra o Brasil (chupa Jan Koller!). O rapaz tenta, tenta, tenta, tenta, tenta, mas não sai nada.

No segundo tempo, aos 6 minutos, cruzamento da intermediária e o grandalhão Vittek, impedido, meteu de cabeça para o fundo das redes. Depois disso, muito toque de lado, muita violência, muito desgosto. Muita saudade do lendário atacante tchecoslovaco Thomas Skuhravy da copa de 90 (sim, eu lembro). E foi assim até os 47 do segundo tempo. Quando o centroavante Smeltz cruzou e o zagueiro Reid meteu a cabeça para empatar a partida. E saiu comemorando como se fosse o primeiro ponto que a Nova Zelandia fosse conquistar na história. Oh, wait!

E foi isso. Em breve, Portugal x Costa do Marfim. Sem expectativas. Quero que os dois prcam. Buteco de segunda. A gente dorme por aqui.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Itália x Paraguai


É, amigos. E foi-se o jogo de abertura do Grupo F, válido pela Copa do Mundo 2010. A melhor definição do jogo é um tremendo bumba-meu-boi. Do latim, Badernvs-me-tavrvs. Do grego, consopoulos-mi-touros. Do italiano, somossa-mio-boi. Do paraguaio, La-Garantia-És-My-Buey. Placar final? Itália 1 x 1 Paraguai.

Assim, não é surpresa que os gols tenham saído de lances de bola parada em falhas da zaga (no gol paraguaio) e do goleiro, (no gol italiano). Fizeram os gols o excelente meia De Rossi para a Itália após cobrança de escanteio de Pepe; e do lado paraguaio o zagueiro Alcaraz, de cabeça, após cobrança de falta pela ponta direita. O resto do jogo, foram toques rápidos e imprecisos, dignos de competição de Desafio ao Galo. Eu poderia dizer, se fosse ingênuo, que a Itália não tem a menor chance. Mas tem. Porque, de uma hora pra outra, com ajuda ou não do apito amigo, a Itália vai-se levando em trancos e barrancos. E, ainda mais porque ela vai jogar contra Nova Zelandia - que nem tem uma liga profissional - e a Eslováquia. Dizem que a Eslováquia jogou bem as eliminatórias, mas quem é que não treme frente à tetra campeã mundial? O BRASIL! CHUPA WALTER ZENGA!

E é isso. Mais um dia de marasmo acompanhando a fraquíssima Copa 2010. Da próxima vez só faço a cobertura da segunda fase. Buteco de Segunda. Buteco, sabe? De segunda.

------

UPDATE: Tinha esquecido: o lendário goleiro Buffon se machucou no primeiro tempo e não voltou pro segundo. Problemas no ciático. E agora, Maldini?

Japão x Camarões



Bem amigos! Desde o início da Copa, só se falava em outras coisas. Em tudo, menos nesse lendário jogo. E com razão. Um jogo chato, cheio de faltas. Faltas de verdade, falta de técnica, de tática, de vontade. Eto´o passou 80 minutos do jogo pensando " mas cade o Snejder, o Cambiasso, o Milito". Quando deu por si, fez uma boa jogada. Quase gol. Mas quase gol não ganha jogo. E o gol do Honda (hu hui) sem querer recebendo a bola na pequena área após cruzamento ganha.


Resultado final, Japão 1 x 0 Camarões. Pra lavar a alma dos argentinos de 1990. Sobretudo Maradona.

Buteco de Segunda. Buteco, sabe? De segunda.

Holanda x Dinamarca


É!!!! Holanda neles!!! Eu vinha frisando!!!! Por causa dos mil pedidos de internautas desesperados, vamos fazer um post engraçado.

- Por que a Dinamarca cabeceou a bola cruzada para trás, em direção ao gol? Não sabem? Para chegar ao outro lado. O lado da derrota! waka waka waka!!

- Por que o técnico holandês tirou Van der Vaart que jogava muito, para colocar o moleque Elia? So pra enfurecer a defesa dinamarquesa!!! E chutar no cantinho, e a bola pegar na trave, e Kuyt (banheeeeira!!!) desviar para as metas. Holanda 2 x 0 Dinamarca. Chupa Laudrup´s (os 2!).

Holanda neles! Puta time! Que toque de bola! Que arremates pra fora! Que velocidade! Que jogadas individuais! Que merda de defesa que fica cedendo contra ataque no lado direito a dar com o pau!!! Naaaaaaaaaaaaaaaaassssssa mano!!! Holanda Campeã de hóckey 2017!!! Certeza!!!

Agora Japão e Camraões. Vou dormir. Quando acordar, vou ler o review da Uol e volto pra fazer mais piadinhas. Seus cornos ignorantes.

Bjsmedesliguem!!! (Rá! Pegaram essa? hein? piada de RH! Hahahahahahaha)

Tchau! Trabalhem aí! (lerolero!)

domingo, 13 de junho de 2010

Alemanha x Austrália


É amigos. Entra em campo uma das seleções mais estáveis da história das copas. Quando participou, nunca ficou em menos do que décimo lugar. Entretanto, a Alemanha sempre mostrou um futebol extremamente eficiente, porém pouco vistoso. Por isso foi surpreendente a forma como fizeram sua estréia.

Logo no início, a Austrália assustou na cobrança de um escanteio que quase resultou em gol. Mas a frieza alemã mostrou-se decisiva. Com toques precisos e uma participação ótima do bom meia Özil, a equipe tri-campeã levou perigo à meta do arqueiro experiente Schwarzer. E antes dos dez minutos, em uma bela triangulação, Müller tocou pra trás e Podolsky chutou forte para fazer o primeiro gol. A Austrália falhava demais em tentar manter a linha de impedimento, e os alemães chegavam a oportunidades de gol constantemente. Numa delas, o ótimo lateral Lahm cruzou da intermediária para Klose marcar seu 11º gol em copas do mundo, igualando a marca do compatriota Klinsmann. Alemanha 2 x 0 Austrália.

No segundo tempo, a Austrália tentou dominar mais o jogo, já que no primeiro a Alemanha teve cerca de 60% de posse de bola. Tocavam bem, mas a consistente defesa alemã formada basicamente por jogadores do Bayern Munique não permitia que o goleiro Neuer tivesse que trabalhar. Após 15 minutos, o experiente australiano Cahill deu uma entrada dura em Schweinsteiger e foi expulso. O time australiano sentiu demais a inferioridade numérica, e a Alemanha trocando bons passes conseguiu entregar a bola para Müller na meia-lua, que cortou o zagueiro e fez um belo gol. Joachim Löw, técnico alemão, começou a poupar as estrelas do time. Sacou Klose para a entrada de Cacau, brasileiro naturalizado. Poucos minutos depois, Özil recebeu excelente passe em profundidade na ponta esquerda e tocou na medida para Cacau marcar o quarto gol. Löw então sacou Podolsky e Özil (que já havia recebido cartão amarelo) para as entradas de Gomez e Marin.

A Alemanha dominou o jogo até o final, permitindo alguns cruzamentos em sua área que não levaram perigo efetivo algum. A Austrália dava entrada duras na intermediária, mas não tinha fôlego, ânimo e nem capacidade para reverter a situação. Após três minutos de acréscimo, o árbitro mexicano determinou o final da partida. Alemanha 4 x 0 Austrália. Sem dúvidas a Alemanha mostrou o melhor futebol da copa até agora e, se antes do início da copa era favorita pela teoria, agora demonstrou ser favorita ao título com certeza. Seleção jovem, aguerrida, abusada, mas ainda extremamente eficiente e fria. Buteco de Segunda. Buteco, sabe? De Segunda.

Sérvia x Gana


Alô vocês! A Servia, como se sabe, herdou toda a história gloriosa da antiga Iugoslávia. Entretanto, já na copa passada, quando ficou em último lugar, não demonstrou a habilidade necessária para ostentar tantas conquistas. A Iugoslávia jogou como seleção até a copa de 98, quando foi eliminada pela Holanda numa partida fantástica! Gol de Davids já no finalzinho do jogo. Desde que começou o processo de separação das nações, a única representante que realmente assemelhou-se a Iugoslávia foi a Croácia, que chegou até a semifinal em 1994.

Do outro lado, Gana é uma seleção amadurecida comparando-se àquela que perdeu do Brasil na copa passada. Os jogadores dedicam-se mais ao plano tático, tentando agrupar, dentro deste, seus atributos talentosos. É atual vice-campeã da Copa das Nações Africanas, e campeã mundial sub-20. Não é um time de tradição, mas como a maioria das seleções africanas é perigosa por ser veloz e habilidosa.

Quando começou a partida, nada disso importava muito. A Sérvia tocava a bola com lentidão, enquanto Gana afobava-se em tentar o primeiro gol sem muito jeito para a coisa. Não houve grandes momentos de perigo no primeiro tempo, que terminou do mesmo jeito que começou: zero a zero.

Após o intervalo, Gana veio com mais força ao ataque e tiveram algumas boas chances que sempre se perderam nas finalizações erradas. O jogo seguia equilibrado, com Gana menos afobada e mais perigosa, enquanto a Sérvia tocava a bola com lentidão e conseguia alguns poucos lances de perigo, com jogadas em linha de fundo. O jogo foi assim até a expulsão pelo segundo cartão amarelo do zagueiro Lukovic. O técnico Antic tirou o atacante Jovanovic, que era o melhor homem da Sérvia, para recompor a zaga. Poucos minutos depois, Kuzmanovic pôs a mão na bola dentro da área: pênalti para a seleção de Gana bater. Incontestável. Asamoah Gyan bateu bem, no canto esquerdo e colocou a seleção africana na frente.

Depois de tomar o gol, e com um homem a menos, a Sérvia teve boas oportunidades para alcançar o empate, mas ou desperdiçou-as chutando a bola fora ou obrigou o bom goleiro Kingson a jogar a bola para escanteio. E assim terminou o jogo. Final, Gana 1 x 0 Sérvia. E a Sérvia, "Ex-Iugoslávia", que sempre chegava até as quartas-de-final, mais uma vez, mostra-se candidata a nem passar pela primeira fase. Ces´t La vie. Buteco de Segunda. Buteco, sabe? De segunda.